DEUS CUMPRE SUAS PROMESSAS

(Transcrição de palavra ministrada em culto)

Lucas 2.25-32 “Havia em Jerusalém um homem chamado Simeão, que era justo e piedoso, e que esperava a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele. Fora-lhe revelado pelo Espírito Santo que ele não morreria antes de ver o Cristo do Senhor. Movido pelo Espírito, ele foi ao templo. Quando os pais trouxeram o menino Jesus para lhe fazer conforme requeria o costume da lei, Simeão o tomou nos braços e louvou a Deus, dizendo: Ó Soberano, como prometeste, agora podes despedir em paz o teu servo. Pois os meus olhos já viram a tua salvação, que preparaste à vista de todos os povos: luz para revelação aos gentios e para a glória de Israel, teu povo”.

Com certeza, todos nós temos uma promessa de Deus, na verdade a Bíblia diz que nós temos mais de 365 promessas pessoais que Deus nos dá, portanto, é mais de uma promessa por dia para se cumprir nas nossas vidas, mas eu tenho certeza que em certo momento da sua vida, Deus lhe fez uma promessa em particular, o teu coração ardeu naquele momento, você se sentiu movido pelo Espírito de Deus. Ele falou em seu coração e lhe prometeu algo. A minha pergunta é: essa promessa já se cumpriu na sua vida ou ainda não? Talvez tenha se passado algumas semanas desde o dia que Deus lhe prometeu algo, talvez a promessa tarde a acontecer na tua vida. Você ainda está esperando para que ela se cumpra ou já desistiu?

Diz a Bíblia, que havia um homem em Jerusalém, na época do Novo Testamento, exatamente no mesmo período que Jesus nasceu em Belém. Esse homem chamava-se Simeão, ele era um homem comum e diz a Bíblia que este homem recebeu uma revelação do Espírito Santo, ou seja, uma promessa de Deus, de que antes de morrer, ele veria o Messias. O Messias, o libertador de Israel, já havia sido anunciado desde o Éden, por séculos as multidões esperavam pelo aparecimento do Messias, as escrituras falam dEle, o profeta Isaías o mencionou 800 anos AC, com dados incríveis e com detalhes extraordinários. O povo de Israel durante mais de 1.500 anos esperou pelo Messias. Nós não sabemos em que época da sua vida, em qual circunstância na sua vida ele recebeu essa promessa de Deus. Deus lhe disse: “Você vai tomar nos seus braços o Messias”. E sabe o que ele fez? Esperou. Um dos nossos maiores inimigos é o medo. Nós somos de uma geração apressada, não temos mais tempo para nada e não temos paciência para esperar por nada, queremos já e se possível agora. Este homem recebeu uma promessa e é impressionante o que diz a Bíblia que ele não morreria enquanto a promessa não se cumprisse. Se Deus te prometeu algo, Ele vai cumprir.

Simeão todos os dias ia para o templo, esperava no templo todos os dias e observava as caravanas, as pessoas que vinham e toda a mulher que trazia um bebê no colo era alvo imediato do seu interesse. O tempo foi passando, ele já era um senhor idoso e um dia de manhã, ele se levantou mais tarde, estava preguiçoso naquela manhã, sua esposa já deve estar preparando o café, de repente, quando ele lava seu rosto, o Espírito Santo fala assim: ”Simeão, chegou a hora, o que eu prometi, eu vou cumprir agora”. Simeão leva um susto, levanta-se, paga sua capa, sandália e sai, entra em uma viela empoeirada e caminha em direção aquele caminho que ele conhecia. Seu coração estava ansioso, ele estava com pressa, havia muita pressa. A pressa não era de caminhar, a dificuldade de andar no meio daquelas pedras, das ruas, a sua dificuldade maior era agora segurar o seu coração. Provavelmente os vizinhos tentaram impedir sua caminhada, talvez muita gente tenha tentado conversar com ele naquele momento, mas ele não tinha tempo para ninguém, queria chegar a seu objetivo e quando ele viu o templo, o coração deve ter parado na garganta, ele se se encostou à porta e já percebeu que havia muita gente, vasculhou entre todos para ver o Messias e não encontrou. O que ele fez? Voltou até a porta do templo e esperou. Esperou famílias se aproximarem, casais se aproximarem. De repente, uma mulher tem um menino em volta de seus panos, um menino que talvez estivesse chorando. Ela se aproxima do templo para cumprir aquilo que a lei ordena que todos os filhos fossem consagrados ao Senhor e Jesus é o exemplo. Os pais o levaram, de repente eles são interrompidos na sua caminhada, Simeão o vê e o Espírito diz a ele: “Simeão, este é o Messias, este é o Soberano que prometi a você, que você o veria antes de morrer, esse aqui é aquele que trás a salvação, é aquele que eu preparei para ser o Redentor da humanidade, ele é a revelação de todos os gentios”. Diz a palavra que ele o toma nos braços e a primeira coisa que vem ao seu coração é adoração e ele louva o Senhor e diz: Soberano,como prometeste, cumpristes. Agora, eu posso dormir em paz.

Eu aprendo duas coisas com Simeão: A primeira delas é que quando a gente não recebe a benção, a promessa, nosso coração não fica em paz. É como se algo faltasse nas nossas vidas. É como se uma história não fosse totalmente escrita. Algo ainda precisava acontecer na vida dele, para que o plano de vida, o plano total do que Deus lhe disse estivesse feito. Essa é a primeira lição: não descanse enquanto você não receber. Não descanse, não abra mão dela, não deixe de sonhar, não deixe de crer, não interrompa esse projeto que Deus tem para a sua vida, continue a espera dele.
A segunda coisa que aprendo com Simeão é que ele se permitiu permanecer na presença de Deus, durante todo o tempo que fosse necessário, ele não desistiu de ser justo e piedoso. Essas são duas características imprescindíveis para um homem ou mulher que quer ver Deus cumprindo as promessas na sua vida. Ser justo e piedoso. A justiça é aquele que Jesus colocou em nosso coração quando cremos nEle, quando o recebemos como Senhor e Salvador e ser justo significa viver a partir de então como aquele que foi justificado pela justiça de Deus que é Jesus. Enquanto Simeão esperava pela promessa ou pela consolação de Israel, ele se mantinha fiel a Deus, se manteve assim por toda uma vida, mesmo não recebendo de imediato o que Deus lhe havia prometido, mesmo todos os dias indo ao templo e descobrir que aquele dia não foi o dia da promessa. Quantas vezes você se levantou e disse: hoje é o dia D, o dia passou e não aconteceu nada. Talvez já tenha se passado anos, mas espere. Esperar como? Sendo justo e piedoso, crendo e expressando sua fé. Pode ser que você ainda tenha que levantar mais alguns dias pela manhã, mas pode ter certeza que um dia Ele vai dizer ao teu coração: “Levanta-te, chegou o dia, chegou o momento, você esperou por isso e eu vou lhe colocar nas mãos”. E quando a gente recebe a promessa de Deus, de ímpeto, a primeira coisa que o nosso coração faz é adorar, louvar, é agradecer, confessar, é expressar gratidão.

Se você tem uma promessa, espere por ela, não desista pelo caminho, não interrompa o projeto que Deus te deu, permaneça justo e piedoso e com o coração aquecido, porque no momento certo Ele vai colocá-lo no colo e você terá motivos para adorar.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>